Últimas Notícias
Capa / Notícia / [Crise em Brasília] Confederação Nacional da Indústria publica comunicado frente à crise em defesa de seus interesses.
[Crise em Brasília] Confederação Nacional da Indústria publica comunicado frente à crise em defesa de seus interesses.
Temer em reunião do Comitê de Líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI) (Foto por Antonio Cruz/Agência Brasil)

[Crise em Brasília] Confederação Nacional da Indústria publica comunicado frente à crise em defesa de seus interesses.

Por Paulo Silva e José Braga da Redação do UàE- 23.05.2017

Em comunicado publicado hoje, dia 23 de maio, acerca da crise que assola Brasília a Confederação Nacional da Indústria sai em defesa das contra-reformas. No comunicado a CNI reivindica estabilidade política e econômica, no entanto não dedica um linha as graves denúncias de corrupção que envolve empresários e os políticos, dentre os quais o Presidente Michel Temer.  De acordo com a Confederação as contra-reformas da previdência, trabalhista, tributária e política seriam imprescindíveis para o Brasil não parar.

Confira o comunicado na íntegra:

Comunicado à Nação:

O Brasil precisa de estabilidade política e econômica para voltar a crescer, gerar empregos e renda e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros, especialmente dos mais de 14 milhões que sofrem com o desemprego.

Neste momento de incertezas e instabilidade, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e as Federações das Indústrias dos estados reiteram sua confiança nas instituições brasileiras. Temos a convicção de que os poderes da República serão capazes de solucionar a atual turbulência com serenidade, equilíbrio e espírito público, em estreita observância da Constituição Federal.

A indústria brasileira entende que não pode haver retrocessos nos avanços duramente conquistados nos últimos meses. Por isso, o Congresso Nacional precisa dar continuidade às reformas estruturais, que são fundamentais para recolocar o país no rumo certo.

As reformas trabalhista, previdenciária, tributária e política são imprescindíveis e têm de continuar avançando.

Acreditamos no futuro da nação. Temos certeza de que, com trabalho e perseverança, construiremos o país no qual os brasileiros merecem viver.

O Brasil não pode parar.

Robson Braga de Andrade

Presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI)

 

A entidade aponta cinicamente que as reformas fariam o Brasil voltar a crescer e usa os trabalhadores desempregados, que só estão desempregados por conta das políticas que defendem, para a defesa dissimulada de seus interesses. Revela apenas que estão mais preocupados com as reformas que degradam ainda mais as condições de vida dos trabalhadores do que com o uso indevido do fundo público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*