Últimas Notícias
Capa / Uncategorized / Mobilização do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (SINTRASEM)

Mobilização do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (SINTRASEM)

Na última quarta-feira (13/05) os trabalhadores da Prefeitura Municipal de Florianópolis aprovaram por unanimidade a greve da categoria por tempo indeterminado, algumas das reinvidicações são o reajuste da inflação em 8%, a PMF fez contra proposta de apenas 4%; reajuste do vale alimentação, adequação ao plano de carreira e quitação das dívidas com o fundo previdenciário municipal.

A greve teve inicio nesta quinta (14/05) à zero hora, e ontem, sexta-feira (15/05), desde muito cedo os trabalhadores estavam mobilizados no centro. A tarde foi realizado um grande ato, com passeata desde a Praça Tancredo Neves, próximo a ALESC, até o Gabinete do Prefeito Júnior. As estudantes em greve da Pedagogia se somaram a mobilização. Com o lema “Dinheiro Público é para Serviço Público” os manifestantes ocuparam as ruas de nossa cidade com música, encenação e apresentaram sua pauta de reinvidicação a todos que passaram nas redondezas da Praça XV de Novembro.

As trabalhadoras e trabalhadores continuam firmes em sua luta, com uma adesão histórica que beira os 100% logo no início da greve, mesmo com as investidas desmobilizadoras e desrespeitosas por parte da Prefeitura Municipal. Tais como ameaçar os CLTs de serem demitidos, os trabalhadores em estágio probatório e com contratos temporários de não poderem fazer greve e enviar aos celulares dos trabalhadores uma proposta enganosa de negociação em que a PMF propunha um reajuste de 6%, omitindo que esse reajuste seria realizado de forma parcelada em três anos.

Nós, do UFSC à Esquerda, saudamos as companheiras e companheiros municipários em luta. Os ajustes, os cortes, o arrocho, enfim, os ataques a classe trabalhadora tendem a aparecer de diferentes formas. E no serviço público nas diferentes esferas, como os municipários, os professores do estado, as estudantes de pedagogia. Mas por todos os lados o sentido é o mesmo: beneficiar os empresários.

E é assim, com muita luta, mobilização e organização que podemos virar o jogo.

Um salve aos trabalhadores e estudantes em luta! Um salve aos municipários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*