Últimas Notícias
Capa / Notas Públicas / Nota de repúdio às agressões sofridas por João Pedro Stédile em Fortaleza
Nota de repúdio às agressões sofridas por João Pedro Stédile em Fortaleza

Nota de repúdio às agressões sofridas por João Pedro Stédile em Fortaleza

Ao desembarcar, na madrugada de hoje, no Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, o coordenador nacional do MST foi cercado por um grupo de pessoas portando faixas e cartazes e sofreu inúmeros xingamentos e provocações. O UFSC à esquerda repudia veementemente as atitudes promovidas por coletivos de direita com tons vexatórios e violentos.

O UàE ressalta que as discordâncias políticas, com parte da direção nacional do MST, não nos impedirão de prestar solidariedade de classe aos seus dirigentes e ao movimento. Pelo contrário, nós, trabalhadores, tratamos nossas divergências de modo político, solidário e humilde. São esses laços da classe trabalhadora que nos tornam eticamente superiores a atitudes como a que demonstraram o grupelho de pessoas que agrediram João Pedro Stédile nesse triste episódio.

Em tempo, o UàE reafirma sua convicção de que o aumento da polarização de classes no Brasil vem produzindo também o ressurgimento de grupos fascistas e assemelhados. Caberá à esquerda combate-los de todas as formas e por todos os meios. É preciso agir, pois todas as omissões nesse momento se tornarão um convite para que grupelhos como esse perpetuem uma escalada de violência.

Florianópolis, 23 de setembro de 2015.

Jornal UFSC à Equerda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*