Últimas Notícias
Capa / Notícia / [Notícia] O Massacre do Povo Gamela
[Notícia] O Massacre do Povo Gamela
Foto por: CIMI

[Notícia] O Massacre do Povo Gamela

Por Maria Fernandez da redação do UàE em 04 de maio de 2017

 

No último domingo, dia 30 de abril, indígenas da etnia Gamela foram brutalmente atacados por fazendeiros e seus capangas na cidade de Viana no Maranhão. O ataque se deu por meio de uma tocaia e acabou com vários indígenas feridos: baleados, com mãos decepadas e joelhos cortados. Os indígenas foram atingidos também por pauladas e facões. Há registros de 13 feridos, sendo 5 casos mais graves. O discurso da mídia retrata o ocorrido como “confronto” escondendo o real massacre dirigido ao povo Gamela que não teve possibilidade de defesa.

O ataque ocorreu durante o momento que o grupo se retirava de uma terra tradicional. Desde 2013 o povo indígena luta pela demarcação de uma área de cerca de 14 mil hectares que teria sido grilada nos anos 70 e 80 na região.

Diante da atual situação de enfraquecimento da FUNAI [Fundação Nacional do Índio] e de aumento na morosidade nas demarcações de terra indígenas, já escassas, a tendência é que ataques como este se multipliquem pelo país. A violência é endossada pelo atual apoio aos interesses ruralistas em detrimento dos direitos indígenas.

Na terça-feira, dia 02 de maio, foi realizada audiência pública com a presença de diversas entidades que demonstraram apoio irrestrito e solidariedade ao povo Gamela. Dessa audiência foram retirados encaminhamentos entre ações jurídicas e novas mobilizações como um ato em São Luíz e uma caravana.

O povo Gamela esteve mobilizado durante as atividades do dia 28, em que realizaram um bloqueio de rodovia e continuarão na luta contra os retrocessos e ataques à classe. É necessário denunciar esta atrocidade do capital sobre os corpos e existência de todo um povo.


Fontes:

http://esquerdaonline.com.br/2017/05/03/massacre-no-maranhao-contra-o-povo-gamela/

https://www.brasildefato.com.br/2017/05/02/indigena-gamela-teve-maos-decepadas-e-joelhos-cortados-durante-massacre/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*