Últimas Notícias
Capa / Uncategorized / Primavera Estudantil no Paraguai
Primavera Estudantil no Paraguai
Foto/Reprodução. Esquerda Diário. 2015.

Primavera Estudantil no Paraguai

UàE – 04.11.2015 – Redação

Está acontecendo na Universidade Nacional de Assunção, desde 22 de setembro, uma ocupação e greve estudantil, devido a denúncias e provas de corrupção e despotismo por parte do Reitor Froilan Peralta. Além de seu histórico de assédio ao movimento estudantil, a universidade está cheia de funcionários e docentes irregulares, que recebem salários altíssimos sem prestar serviços. Sob a palavra de ordem “#UNAnoTeCalles”, o movimento exige a renúncia do Reitor e a reforma do Estatuto da Universidade, fruto da Ditadura Militar Stronista (1954-1989).

No dia 24 de setembro foram descobertos funcionários de altos cargos dentro da reitoria realizando queima de arquivo para eliminar as provas que incriminam o Reitor, diretores de centro e grande parte da burocracia universitária da UNA. Lembrando que os envolvidos nesse escândalo fazem parte do Partido Colorado, um partido conservador e nacionalista, que após seis décadas consecutivas de hegemonia, não esteve no poder somente entre 2008 a 2012, mas atualmente governa o país por meio do Presidente Horácio Cartes.

Após cinco dias de movimentações, os estudantes conseguiram que o Reitor Froilan Peralta renunciasse ao seu cargo, assim como o Vice-Reitor e os diretores das Faculdades de Economia, Engenharia, Veterinária, Odontologia e Medicina, ligados à corrupção com o dinheiro universitário. Também estão entre as pautas dos estudantes o julgamento e prisão do Reitor Froilan, uma educação pública, gratuita e de qualidade e um aumento no investimento do PIB na educação para 7% do total. Atualmente esse valor é de 3,5%, e há muita precarização, com infraestrutura insuficiente, falta de salas, carteiras, salário de professores em geral bastante desvalorizado e capacitação baixa.

O apoio popular e de estudantes secundaristas para o movimento estudantil da UNA é grande e o UàE se solidariza com as companheiras e companheiros do Paraguai que ainda estão em greve após 43 dias. Entendemos que a luta é fundamental para se ter uma educação pública, gratuita e de qualidade.

Referências:

BITTENCURT, Nathi. Paraguai: Entrevista com estudantes do #UNANoTeCalles. Juntos: Organize a sua indignação. 01/out/2015. Disponível em: <http://juntos.org.br/2015/10/paraguai-entrevista-com-estudantes-do-unanotecalles/>. Acesso em 04/11/15.

ANTUNES, Jéssica. Milhares de estudantes se levantam contra a burocracia universitária corrupta na UNA no Paraguai. Esquerda Diário. Edição do dia 02/out/2015. Disponível em: < http://www.esquerdadiario.com.br/Milhares-de-estudantes-se-levantam-contra-a-burocracia-universitaria-corrupta-na-UNA-no-Paraguai/>. Acesso em 04/11/15.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*